domingo, 29 de novembro de 2009

O NATAL VEM A CAMINHO!!!


ALDEIA DE NATAL EM LEIRIA

video

Ontem, em LEIRIA, foi inaugurada a ALDEIA DE NATAL. Há a CASA DO PAI NATAL, o MARCO DO CORREIO para as crianças colocarem as cartinhas a pedir os presentes, várias tendas de brincadeiras e barracas de SOLIDARIEDADE. Podemos dar uma voltinha de comboio à nossa cidade.

domingo, 22 de novembro de 2009

sábado, 21 de novembro de 2009

O POETA DA "BALADA DA NEVE"

Augusto César Ferreira Gil, nasceu em Lordelo a 31 de Julho de 1873 e morreu em Lisboa a 26 de Fevereiro de 1926, tendo sido sepultado na Guarda onde viveu desde os três anos.
Tirou o Curso de Direito na Universidade de Coimbra onde contactou com Alexandre Braga, Fausto Guedes, Teixeira de Pascoais. Augusto Gil inspirou - se nas poesias de João de Deus.
Destaco algumas das suas obras:

"LUAR DE JANEIRO", "VERSOS", "O CANTO DA CIGARRA", " CRAVEIRO DA JANELA", " ALBA PLENA"

Os restos mortais de Augusto Gil repousam num Jazigo localizado à entrada do Cemitério Municipal da Guarda, onde podemos ler dois dos versos do seu Livro "ALABA PLENA";

"E A PENDIDA FONTE, AINDA MAIS PENDEU...

"E A SONHAR COM DEUS, COM DEUS ADORMECEU."

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

A CALÇADA PORTUGUESA

A Calçada Portuguesa é feita pelas mãos habilidosas de Calceteiros que utilizam pedras de calcário e basalto para fazerem verdadeiras Obras de Arte. Assim, pavimentam calçadas, espaços públicos e áreas pedonais executando desenhos irregulares, mas maravilhosos.
Por todo o nosso País e estrangeiro há verdadeiras maravlhas na Calçada Portuguesa.
Esta é uma pequena amostra que está na entrada do prédio onde vivo.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

UMA PRENDINHA!!!


Sim, será uma pequenina prendinha para uma amiga, pois o NATAL está à porta!
Apenas um um pouco de linha, uma agulha, algum tempo e paciência, saiu um saquinho que eu adorei fazer.
Poderá ter várias utilidades, conforme a imaginação de quem o receber.
É um presente simples mas foi feito com satisfaçõa.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

PENSAMENTO DO DIA


" O QUE NOS FAZ FELIZES É O QUE DEFRUTAMOS, NÃO TANTO O QUE TEMOS."
Charles Haddan Spurgeon

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

RECORDAR O MEU PROJECTO TECLAR



Há quatro anos,a esta hora,não imaginava que hoje pudesse estar a escrever e colocar um powerpoint num blogue, pois não sabia de que se tratava!!!
Nessa altura nada sabia, nada percebia de informática e achava quase impossível eu conseguir aprender a lidar com um computador. Mas tudo foi bem diferente... Sim, tudo começou no dia em que a Joana apareceu na Academia de Cultura e Cooperação, convidando todas as pessoas que estivessem interessadas em tomar contacto com as novas tecnologias. Eu, apesar de nada saber, pensei aceitar o convite e posso dizer que em boa hora o fiz, tendo de agradecer à Joana, mais uma vez,tudo o que ela me ensinou!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

A RUA SÉSAMO

"A RUA SÉSAMO" foi um programa infantil produzido nos EUA e faz hoje 40 anos.
Era um programa educativo pois ensinava às crianças, pequenas lições de leitura, aritmética, as cores, letras, números ou dias da semana.
Também abordava noções da vida pessoal e social: atravessar a rua com segurança, higiene pessoal, etc.
Os bonecos que a maioria das crianças mais apreciavam era o BECAS e o EGAS, que minhas filhas também tiveram como presente.

IMPÉRIOS DOS AÇORES

video

As festas do ESPÍRITO SANTO estão presentes em todo o Arquipélago dos Açores, sendo mais marcantes na Ilha Terceira. Este culto é celebrado´no Domingo do Pentecostes e no Domingo da Trindade, que são respectiavamente o sétimo e oitavo domingos depois da Páscoa. As cerimónias realizam - se em pequenas Capelas chamadas IMPÉRIOS. A arquitectura dos Impérios varia desde uma capela simples até capelas vistosamente coloridas e ornamentadas. Na Ilha Terceira, quase todos os Impérios têm no topo a Coroa Imperial encimada por uma Pomba representando o ESPÍRITO SANTO.

Fotos e informação tiradas da NET.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

OS PATINHOS

Estes patinhos, encontravam - se a "passear" à beira do Rio Liz. Não nas margens, mas no leito do Rio porque a água era pouca!