quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

NÃO SEI...





NÃO SEI…

 

Não sei que dizer
Não sei que pensar
Nem imaginar

A vida é assim
Um dia é bom
Outro assim assim
Temos dias alegres
Outros nem tanto
Mas temos esperança
Em outra mudança
Mudança que alegre
Nossos corações
Acabar com emoções
Que o céu fique azul
O sol a brilhar
E a alegria voltar…

 

           Leiria, 18 de Dezembro de 2013

                                             Maria da Cruz

sábado, 14 de dezembro de 2013

"PARABÉNS, MENINO JESUS"






Poeminha de Natal
 
 
Desde os tempos mais remotos
Diziam as profecias
Que viria a este mundo
O esperado Messias.
 
Num pequeno povoado,
Lá longe, no Oriente,
Por um anjo anunciado
Ele estaria com a gente.
 
A jovem abençoada,
Que se chamava Maria
Foi então a escolhida
Pra nos dar essa alegria.
 
Fruto do amor divino,
Nasceu num rastro de luz
Esse lindo Deus-menino
A quem se chamou Jesus.
 
Ele veio pra mostrar
O Seu exemplo ao mundo:
Da humildade, do perdão
E do amor mais profundo.
 
Nesta época de Natal
Vamos celebrar bastante,
Mas nos lembrarmos primeiro
Do Aniversariante!
Quem nos guia, nos conduz...
Parabéns, Menino Jesus!!
©Oriza Martins

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

BOLSINHA



Bolsinha para lenços que eu acabei de fazer, para oferecer a uma amiga.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Pinheiro Manso



À Tua Porta Há um Pinheiro Manso         

À tua porta há um pinheiro manso
De cabeça pendida, a meditar,
Amor! Sou eu, talvez, a contemplar
Os doces sete palmos do descanso.

Sou eu que para ti atiro e lanço,
Como um grito, meus ramos pelo ar,
Sou eu que estendo os braços a chamar
Meu sonho que se esvai e não alcanço.


       FLORBELA ESPANCA

EÇA DE QUEIROZ 1845 - 1900




No dia 25 de Novembro de 1845 nasceu José Maria Eça de Queiroz, na Póvoa de Varzim.
Filho natural do magistrado José Maria de Almeida Queiroz e de D. Carolina Augusta Pereira de Eça, é registado como filho de mãe incógnita.
Batizado em Vila do Conde, viverá até 1855 em Verdemilho, em casa dos avós paternos apesar de o casamento dos pais se ter realizado quatro anos depois do seu nascimento.
Eça escreveu várias obras dedicadas à nossa Literatura das quais menciono...

"A CIDADE E AS SERRAS"

"O PRIMO BASÍLIO"

"OS MAIAS"

"A RELÍQUIA"

"A ILUSTRE CASA DE RAMIRES"

"O CRIME DO PADRE AMARO"  

Morreu em 1900, após prolongada doença a 16 de Agosto, em Neully.
Em Setembro, o corpo foi trasladado para Portugal, realizando-se os funerais para o cemitério do Alto de S. João em Lisboa.

P.S. Imagem retirada da NET

domingo, 24 de novembro de 2013

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

"Dança do vento"



      ........................................................

 O vento é bom bailador
Baila, baila e assobia
Baila, baila e rodopia
E tudo baila em redor!

E diz às folhas caídas:
-Bailai comigo, bailai!
No quieto chão remexidas
As folhas, por ele erguidas
E pendidas como um ai,
Bailam, doidas chorando,
E o vento as deixa, abalando,
E lá vai!...


                        AFONSO LOPES VIEIRA

Oliveira centenária na minha rua...



                                                  "OLIVEIRA"

Ó linda e bela oliveira
De velho tronco cinzento
Quando por ti perpassa o vento
As tuas folhas cantam-nos baixinho
Desta maneira devagarinho:

-"Eu dou o azeite brando
  Que tempera e alumia
  Eu acendo a luz do dia
  Quando a noite vem tombando

  Em casa do pobre eu sou
  O gosto do seu jantar
  Coitado de quem andou
  O dia inteiro a cavar!"


                           AFONSO LOPES VIEIRA



terça-feira, 5 de novembro de 2013

OUTONO...



 Debruçadas sobre o Lis
 Folhas de Outono caindo
Verdes, douradas, amarelas
E da vida vão saindo
 

                                      Maria da Cruz



                  

terça-feira, 29 de outubro de 2013

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

"CANTARES DOS BÚZIOS"

   


                                              "CANTARES DOS BÚZIOS"



Ai ondas, ai mar ai ondas
ó jardins das alvas flores,
sobre vós, ondas, ai ondas,
suspiram os meus amores.

No fundo dos búzios canta
o mar que chora a cantar
ó mar que choras cantando,
eu canto e estou a chorar!

Ai ondas do mar, ai ondas,
eu bem vos quero lembrar:
«a minha alma é só de Deus
e o meu corpo da água do mar!»


                  Afonso Lopes Vieria

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Presente de amigos Alentejanos...



Depois de alguns comentários trocados com amigos, no facebook, sobre "BOLEIMA," bolo típico de Portalegre, recebi um "aviso" que tinha sido selecionada, para receber em minha casa, via CTT, uma Boleima, para que eu me pudesse estrear a saborear tal delícia.
Simpatia e amizade... apesar de não conhecer pessoalmente a Forn Alentejano, a quem agradeço.
Já posso dizer que comi e adorei a "BOLEIMA" de Portalegre!

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Mausoléu na índia



Taj Mahal, mausoléu de Mumtaz Mahal


Taj Mahal é considerado uma das oito maravilhas do mundo, e alguns historiadores ocidentais notaram que a sua beleza arquitectónica nunca foi superada. The Taj is the most beautiful monument built by the Mughals, the Muslim rulers of India. O Taj é o mais belo monumento construído pelos Mongóis, os governantes muçulmanos da Índia. Taj Mahal is built entirely of white marble. Taj Mahal é construído inteiramente de mármore branco. Its stunning architectural beauty is beyond adequate description, particularly at dawn and sunset. Sua impressionante beleza arquitetônica está além de descrição adequada, principalmente ao amanhecer e entardecer. The Taj seems to glow in the light of the full moon. O Taj parece brilhar na luz da lua cheia. On a foggy morning, the visitors experience the Taj as if suspended when viewed from across the Jamuna river. Em uma manhã de nevoeiro, os visitantes experimentar o Taj como se suspenso quando visto do outro lado do rio Jamuna.
Taj Mahal was built by a Muslim, Emperor Shah Jahan (died 1666 CE) in the memory of his dear wife and queen Mumtaz Mahal at Agra, India. Taj Mahal foi construído por um muçulmano, o imperador Shah Jahan (falecido em 1666 dC) na memória de sua querida esposa e rainha Mumtaz Mahal em Agra, na Índia. It is an " elegy in marble " or some say an expression of a "dream." É uma "elegia em mármore" ou alguns dizem que a expressão de um "sonho". Taj Mahal (meaning Crown Palace) is a Mausoleum that houses the grave of queen Mumtaz Mahal at the lower chamber. Taj Mahal (que significa Crown Palace) é um mausoléu que abriga o túmulo da rainha Mumtaz Mahal na câmara baixa. The grave of Shah Jahan was added to it later. O túmulo de Shah Jahan foi adicionado mais tarde. The queen's real name was Arjumand Banu . O verdadeiro nome da rainha era Arjumand Banu. In the tradition of the Mughals, important ladies of the royal family were given another name at their marriage or at some other significant event in their lives, and that new name was commonly used by the public. Na tradição dos Mongóis, senhoras importantes da família real foi dado um outro nome para o seu casamento ou em algum outro evento importante em suas vidas, e que o novo nome foi utilizado pelo público. Shah Jahan's real name was Shahab-ud-din, and he was known as Prince Khurram before ascending to the throne in 1628. O verdadeiro nome de Shah Jahan era Shahab-ud-din, e ele era conhecido como o príncipe Khurram antes de subir ao trono em 1628.
Taj Mahal was constructed over a period of twenty-two years, employing twenty thousand workers. Taj Mahal foi construído ao longo de um período de 22 anos, empregando vinte mil trabalhadores. It was completed in 1648 CE at a cost of 32 Million Rupees . Foi concluída em 1648 dC, a um custo de 32 milhões de rúpias. The construction documents show that its master architect was Ustad 'Isa , the renowned Islamic architect of his time. Os documentos mostram que a construção de seu mestre arquiteto foi Ustad 'Isa, o arquiteto islâmico conhecido de seu tempo. The documents contain names of those employed and the inventory of construction materials and their origin. Os documentos contêm nomes de pessoas empregadas eo inventário de materiais de construção ea sua origem. Expert craftsmen from Delhi, Qannauj, Lahore, and Multan were employed. Artesãos especializados de Delhi, Qannauj, Lahore e Multan foram empregados. In addition, many renowned Muslim craftsmen from Baghdad, Shiraz and Bukhara worked on many specialized tasks. Além disso, muitos artesãos muçulmanos de renome de Bagdá, Shiraz e Bukhara trabalhou em muitas tarefas especializadas.
The Taj stands on a raised, square platform (186 x 186 feet) with its four corners truncated, forming an unequal octagon. O Taj fica em um elevado, plataforma quadrada (186 x 186 pés) com seus quatro cantos truncados, formando um octógono desigual. The architectural design uses the interlocking arabesque concept, in which each element stands on its own and perfectly integrates with the main structure. O projeto arquitetônico utiliza o conceito arabesco bloqueio, em que cada elemento está em seu próprio e se integra perfeitamente com a estrutura principal. It uses the principles of self-replicating geometry and a symmetry of architectural elements. Ele usa os princípios da geometria auto-replicante e uma simetria de elementos arquitetônicos.
Its central dome is fifty-eight feet in diameter and rises to a height of 213 feet. Sua cúpula central é 58 pés de diâmetro e sobe a uma altura de 213 pés. It is flanked by four subsidiary domed chambers. É ladeado por quatro câmaras de cúpula subsidiárias. The four graceful, slender minarets are 162.5 feet each. Os quatro graciosos minaretes esguios são 162,5 pés cada. The entire mausoleum (inside as well as outside) is decorated with inlaid design of flowers and calligraphy using precious gems such as agate and jasper. O mausoléu inteiro (tanto dentro como fora) é decorado com um design incrustada de flores e caligrafia usando pedras preciosas como ágata e jaspe. The main archways, chiseled with passages from the Holy Qur'an and the bold scroll work of flowery pattern, give a captivating charm to its beauty. Os principais arcos, esculpidas com passagens do Alcorão Sagrado eo trabalho do rolo ousada de padrão florido, dar um charme cativante para a sua beleza. The central domed chamber and four adjoining chambers include many walls and panels of Islamic decoration. A câmara de cúpula central e quatro câmaras adjacentes incluem muitas paredes e painéis de decoração islâmica.
The mausoleum is a part of a vast complex comprising of a main gateway, an elaborate garden, a mosque (to the left), a guest house (to the right), and several other palatial buildings. O mausoléu é uma parte de um grande complexo que compreende uma porta de entrada principal, um jardim elaborado, uma mesquita (à esquerda), uma casa de hóspedes (à direita), e vários outros edifícios palacianos. The Taj is at the farthest end of this complex, with the river Jamuna behind it. O Taj está na extremidade mais distante do complexo, com o rio Jamuna por trás dele. The large garden contains four reflecting pools dividing it at the center. O grande jardim contém quatro piscinas refletindo dividindo-o no centro. Each of these four sections is further subdivided into four sections and then each into yet another four sections. Cada um destes quatro secções está subdividida em quatro secções e, em seguida, em cada Ainda mais quatro secções. Like the Taj, the garden elements serve like Arabesque, standing on their own and also constituting the whole. Assim como o Taj, os elementos do jardim servir como Arabesque, de pé por conta própria e que constitua um todo.

Related Articles Artigos Relacionados

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Aqui há GATO....!



É este gatinho o vizinho mais próximo da SEMPRAUDAZ Associação Cultural de Leiria, na Rua Barão de Viamonte antiga Rua Direita.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Santo António



Encontrei na net e não resisti a guardar esta maravilhosa foto do meu Santo António, meu Santinho Padroeiro!
Lidíssima pintura.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

SETEMBRO...







                                         
          SETEMBRO…

Agosto terminou
Despediu-se e chorou
Um lágrima deitou
Mas Setembro regressou
Regressou com seus presentes
Adorados uns... odeados outros…
Dias pequenos, aulas recomeçadas…
Folhas despedem-se das árvores
Caindo e morrendo no chão
Formando lindos tapetes
Que muitas muitas crianças
Pisam sem compaixão
Mas que amam com o coração…


Setembro traz-nos o Outono
As vindimas, as castanhas
As romãs, diospiros, nozes
E, muito… muito mais!
SETEMBRO chegou
Aunciando o tempo a ENVELHECER!

 

 

                   Maria da Cruz

 

                                    Leiria, 02/09/2013


sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Leiria tem mais uma ponte!

video


No dia 21 de Agosto, os Leirienses puderam inaugurar mais uma ponte sobre o Rio Lis, a que foi dado o nome de El Rei D. Diniz.
Do agrado de uns, mas contra vontade de outros, a nova ponte foi feita.Tem tido movimento... e eu própria, gosto de a atravessar e admirar o castelo, a velha ponte, os peixes na água, que agora é pouca...

terça-feira, 27 de agosto de 2013

"OBRA DE ARTE"



 Sim...para mim, este lençol de bebé é uma verdadeira "OBRA DE ARTE" pela beleza das cores, mas principalmente pelo carinho com que foi bordado...miniaturas de pintainhos, florinhas, folhinhas...tudo ao pormenor...tendo a certeza que no mundo não há nenhum igual...
Foi oferecido a minha neta Luiza, por uma grande amiga minha, e que hoje se encontra muito doente.
Em homenagem a ela quis mostrar esta MARAVILHA!

domingo, 25 de agosto de 2013

"AGRADECIMENTO"

 




                              
AGRADECIMENTO

 

Deixam casa, deixam terra,
Deixam mãe,
Namorada, irmãos, esposa,
Filhos…
E em grandes correrias
Lá vão eles…
Quem?
OS HOMENS DA PAZ!
Que, para salvar vidas
Perdem a sua…
Deixam tudo… sem pensarem,
Sem hesitarem, sem saber se voltarão…
Vão por uma boa causa…
Salvar vidas, haveres, habitações…
Tantas vezes exaustos, sem forças,
Sem meios… mas vão…
Não nos abandonam…
Não temem o inimigo…
São fortes…
Corajosos… valentes…
Estes HOMENS DA PAZ
Merecem  respeito
E o nosso agradecimento!
Obrigada AMIGOS!

 

     Leiria, 25/08/13
                                         Maria da Cruz

domingo, 11 de agosto de 2013

terça-feira, 30 de julho de 2013

Nº 2 - CASA ABANDONADA





                      "CASA ABANDONADA"

 Minha saudade não, larga
Certa casa abandonada.
E sinto, na boca, amarga,
Essa lágrima chorada
Quando a deixei...

Caía, de leve, a tarde...
E, olhando para trás, vi
Aquela porta fechada.

Nesse momento, senti
Pesar-me a fatalidade
De toda a Vida passada.

Arde
Ainda, nos meus olhos,
A luz do sol que brilhava
Na janela.
Era uma luz amarela;
Uma luz de fim da tarde
Que ainda trago nos olhos...

Ficava ali,
Por detrás da porta verde,
Tudo o que a vida nos perde,
Enquanto nos vai gastando...

E triste e só me parti;
Quem sabe que outros Destinos,
Dolorosos ou divinos,
Procurando...

Francisco Bugalho, in "Margens

domingo, 28 de julho de 2013

quinta-feira, 25 de julho de 2013

DIA DOS AVÓS





                    SER AVÓ

                     Ser avó é ter netos
              Filhos dos nossos filhos
              Que amamos, adoramos,
              Com quem brincamos, falamos,

              Contamos histórias de encantar...
              De reis, de rainhas...mas...
              São as histórias da vida dos avós
              Que mais apreciam...

              E dizem:
             -Conte avó, conte,
              Diga como eram as suas brincadeiras,
              Como passavam o tempo...
              Que faziam?
              Não havia Computadores, TV...
              E eu respondo:
             -As meninas brincavam às casinhas,

              Aos jogos nos jardins, cantavam...
              E os meninos jogavam à bola, ao pião,
              Ao arco, construíam os seus carrinhos...
              Eram estas as brincadeiras do meu tempo
              Que, apesar de simples,
              Nos davam alegria e felicidade...

              Pois andávamos em liberdade sem perigo...
              E hoje, ainda gosto de passear,
              Brincar, conversar, rir com os meus netos...
              E presenteá-los com miminhos
              Que eles tanto apreciam.
              Sou uma Avó "Babada"
              Adoro ser AVÓ!

                                                              26/07/2013

                                               Maria da Cruz

                                              


                                                                     


                             


       


       

segunda-feira, 22 de julho de 2013

ALBUFEIRA JUNHO 2013


COLAGENS QUE EU FIZ!

video

Adoro fotografia, embora nunca tivesse aprendido...apenas sou auto didata... gosto de passar o tempo a registar belezas da Mãe Natureza, Monumentos e muito mais!!!
Hoje decidi fazer este vídeo com algumas  colagens que fiz com as minhas fotos.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Lindo Presépio



  Presépio levado a concurso pela ROBCORK Loja da cortiça de Portalegre na FIA 2013.
Elaborado por Barbara Walraven.
Trata-se de um galhos seco de lenha de sobreiro com figuras de presépio em cortiça.
Adorei e parabéns à Barbara!